Conversas de Refugiados

Conversas de Refugiados - Brecht,Bertolt Brecht,Bertolt | Tagrny.org PDF, TXT, FB2. ePUB. MOBI. O livro foi escrito em 2021. Procure um livro em tagrny.org.

EM FORMAÇÃO

AUTOR
Brecht,Bertolt Brecht,Bertolt
DIMENSÃO
8,45 MB
NOME DO ARQUIVO
Conversas de Refugiados.pdf
ISBN
6524080777937

DESCRIÇÃO

Durante a Segunda Guerra Mundial, dois exilados alemães bebem cerveja na estação ferroviária de Helsinque e falam sobre as circunstâncias adversas em que vivem, "tomando sempre o cuidado de olhar para os lados". Essa é a situação básica das Conversas de Refugiados, pela primeira vez traduzidas para o português. Seu autor, Bertolt Brecht, era ele próprio um exilado quando começou a trabalhar nesse texto inconcluso, que veio a público somente em 1961. Ainda assim, ou por isso mesmo, brilha nessas conversas com a inventiva cheia de humor do dramaturgo perseguido pelo nazismo. Na forma dialogada entre o físico Ziffel e o operário Kalle, Brecht revisita assuntos que marcaram toda a sua obra. À luz da condição do refugiado, porém, as contradições - matéria-prima sem a qual não há raciocínio dialético - de todos esses temas ganham um interesse especial. "A melhor escola de dialética é a emigração. Os dialéticos mais argutos são os refugiados. Refugiaram-se por causa das transformações, e não estudam nada além das transformações." Num momento em que os conflitos da geopolítica mundial voltaram a forçar o deslocamento desesperado de milhares de pessoas, e novas formas de autoritarismo assomam no horizonte, este livro não poderia revelar-se mais necessário.

Os preços apresentados no site não são obrigatoriamente iguais aos apresentados na rede de lojas físicas da Saraiva, e somente são válidos para as compras efetuadas no ato de sua exibição. O 'Nexo' publica trecho do livro do dramaturgo e poeta alemão Bertolt Brecht. A peça, traduzida pela primeira vez para o português, tem entre seus personagens o operário Kalle e o físico Ziffel, dois exilados alemães que bebem e conversam sobre as dificuldades que vivem, na estação ferroviária de Helsinque, na Finlândia, durante a Segunda Guerra Mundial Números de 2018 mostravam que Portugal, desde 2015, tinha recebido, ao abrigo dos programas de recolocação, reinstalação e acolhimento voluntário europeus, 1886 refugiados, o que ... Refugiados: "Houve uma imagem que me deixou perplexo" David Araújo, jornalista, viu de perto a realidade dos refugiados.

Sinopse; Edições 1; Vídeos 0; Grupos 0; Resenhas 1; Leitores 101; Similares 1; Ofertas; Leia online (PDF) Resenhas - Conversas de refugiados ... 2 Dedos de Conversa ... sobre o que nos desaquieta.

LIVROS RELACIONADOS