Luxúria

Luxúria - Bonassi,Fernando | Tagrny.org Leia o livro. direto no seu navegador. Baixe o livro. da existência em formato PDF, TXT, FB2 no smartphone. E muito mais em tagrny.org.

EM FORMAÇÃO

AUTOR
Bonassi,Fernando
DIMENSÃO
10,52 MB
NOME DO ARQUIVO
Luxúria.pdf
ISBN
3340389678145

DESCRIÇÃO

Do roteirista de Estação Carandiru e Cazuza – O tempo não para Quando Fernando Bonassi terminou de escrever Luxúria, a ascensão da nova classe C parecia anunciar um futuro de plena prosperidade no Brasil e a crise do abastecimento de água nas metrópoles do país soaria como ficção. Agora, no entanto, esta fábula contemporânea, sobre uma família comum, com ambições comuns, mas cujas escolhas aos poucos a leva a um cenário apocalíptico, parece anunciar os impasses desse Brasil em que progresso significa consumo. Inebriados pelo crédito fácil neste “momento histórico de prosperidade”, como alardeiam as propagandas do governo, a família de um metalúrgico – que mora em uma casa financiada, com carro financiado e eletrodomésticos financiados – decide construir uma piscina no quintal de casa. Porém, como afirma um dos personagens, “Há tempos a água não significa pureza: é a mãe de todas as guerras”, e essa decisão aparentemente banal vai expor as bases instáveis em que se assenta a normalidade da classe média, num equilíbrio fraco entre a pobreza e o bem-estar, entre a família feliz e a tragédia.

A luxúria é um pecado capital, ou seja, um pecado mais forte que, segundo a doutrina bíblica, serve de "porta" para levar a outros pecados.. Em Bhagavad Gita, o Senhor Críxena disse: "É a luxúria, nascida dentre a paixão, que se transforma em ira quando insatisfeita.

Aristóteles identifica a pessoa caracterizada pelo vício como "cruel", alguém que é governado principalmente por paixões. As paixões não são puramente físicas, mas isso é outra história para outra época.

LIVROS RELACIONADOS