Anatomia da Melancolia

Anatomia da Melancolia - Aletto,Carlos Daniel | Tagrny.org PDF, TXT, FB2. ePUB. MOBI. O livro foi escrito em 2021. Procure um livro em tagrny.org.

EM FORMAÇÃO

AUTOR
Aletto,Carlos Daniel
DIMENSÃO
10,49 MB
NOME DO ARQUIVO
Anatomia da Melancolia.pdf
ISBN
1942457908649

DESCRIÇÃO

“É muito bom o romance de Carlos Daniel Aletto, eu o li na pausa ideal da espera — um pouco melancólica também — entre uma mudança e uma viagem de avião, mas estava tão entusiasmado com a prosa do livro que quase perco o voo.” Ricardo PigliaApesar do título, uma imagem de disrupção que na realidade é um disfarce, a melancolia, que é um estado ou um sentimento, vista a partir da anatomia, que é um fato físico-biológico, Anatomia da melancolia se apresenta, outro disfarce, como o que ultimamente esteve em alta na literatura argentina, o romance chamado “histórico”. Disfarce porque não é romance histórico embora faça referência, tomando uma distância poética, a certos acontecimentos ou fatos, de passados míticos. E não o é, tampouco, porque desafia a credibilidade e remete a uma zona de linguagem selvagem que não é um tumulto desenfreado de palavras e sim uma sábia administração verbal, uma espécie de barroquismo não barroco, no sentido escolar da palavra, talvez próprio das fantásticas e aterrorizantes noites nórdicas, como que recuperando, com palavras, o mundo tenebroso e maravilhado dos Bosch ou dos Brueghel. O efeito é deslumbrante: “parece” convocar a certo anacronismo, mas na realidade atua uma contemporaneidade que corta a respiração, é um desafio ao comodismo, um convite a retornar à literatura para daí voltar para a inteligência e a sensibilidade. Um livro como este, desafiante, deliberadamente, do usual da narrativa, devolve confiança a leitores desesperançados, mas que, contra toda tirania de descuidados lugares-comuns, continuam acreditando numa literatura que significa alguma coisa para uma cultura que se continua buscando. Noé JitrikCarlos Daniel Aletto (Argentina, 1967) éescritor e ensaísta. Entre suas obras se destacam Julio Cortázar: Diálogo para una poética (2014), Antes de perder (2010) e Capítulo Borges (2007). Desde 2011 é diretor do SLT (Suplemento Literário da Agência de Notícias Nacional da República Argentina, Télam). Fundou e editou a revista “Unicornio, un caballo con suerte” (1992-1994) [“Unicórnio, um cavalo com sorte”]. Em dezembro de 2014 fez parte da delegação de escritores argentinos na Feira Internacional do Livro de Guadalajara (México) — organizada pela prestigiosa universidade dessa cidade mexicana — que teve a Argentina como país convidado de honra.

"Elogio da Loucura", de Erasmo de Roterdã, obra-prima ... Anatomia da Melancolia. 112 likes.

O autor inicia admitindo que a melancolia é dificilmente curável, mas aponta, em seguida, que ela pode ser muito mitigada e abrandada, com a condição de que o doente "esteja disposto a ser auxiliado". A melancolia, diz Robert Burton, pode ser uma disposição, ou um hábito. Sua monumental Anatomia da melancolia trata da melancolia não enquanto disposição, seu sentido atualmente mais usual - como descontentamento, angústia, tristeza, depressão -, mas enquanto hábito, ou mesmo uma mania, um humor fixo, portanto dificilmente removível. Considerado um clássico da prosa em língua inglesa, Anatomia da Melancolia é um estudo «filosófico, médico e histórico» sobre a natureza da melancolia e do que hoje designamos por estados depressivos. PDF | On Mar 1, 2013, Roberto Kirschbaum published Anatomia da melancolia: a primeira partição - Causas da melancolia | Find, read and cite all the research you need on ResearchGate Anatomia da Melancolia, originalmente publicado em 1621 (a edição integral, em língua inglesa, tem cerca de 1500 páginas), registou cinco revisões assinadas pelo seu punho, até 1638.

LIVROS RELACIONADOS