Irmã Morte

Irmã Morte - Navarro,Justo | Tagrny.org PDF, TXT, FB2. ePUB. MOBI. O livro foi escrito em 2021. Procure um livro em tagrny.org.

EM FORMAÇÃO

AUTOR
Navarro,Justo
DIMENSÃO
9,41 MB
NOME DO ARQUIVO
Irmã Morte.pdf
ISBN
7014934870554

DESCRIÇÃO

Considerado por muitos a melhor e mais importante obra do escritor e poeta espanhol Justo Navarro, o inquietante romance IRMÃ MORTE, consagrado com o prêmio Navarra em 1989, relata as experiências vividas por um jovem e sua irmã depois da morte do pai. É através das memórias do adolescente, de seus olhos e sua percepção, que penetramos o cenário decadente que ambienta a história. Após um longo e incurável câncer, o pai do rapaz morre, deixando ele e a irmã mais velha à própria sorte. Dividindo a casa que serviu de palco para os decrépitos e sombrios últimos momentos do pai, os dois seguem cada um seu caminho, lidando com a morte da melhor forma que encontram. A menina se entrega à prostituição, usando a casa como local de encontro com os clientes. Enquanto digere a realidade cruel da vida que a irmã escolheu para si, uma apatia sem igual desperta no adolescente o gosto por uma brincadeira triste e perversa: encontrar nos amantes que frequentam sua casa semelhanças físicas com o pai falecido. E, com a impassibilidade de um estripador, ele interpreta cada pedaço reconhecido – um ombro, as costas, um nariz – como um sinal de que o pai retornará. Acompanhamos, também pelos olhos do rapaz, a expansão imobiliária deformar o bairro que embalou sua infância. Uma a uma as casas da rua são demolidas, dando lugar a empreendimentos modernos que abrigarão mais famílias. Uma representação metafórica da decadência que toma a família e a constatação da inexorabilidade dos destinos que os irmãos traçam para si. Conforme o adolescente se entrega à recém-descoberta frieza, a introspecção dá lugar ao suspense, e o leitor se depara com uma indagação perturbadora: seria o narrador, esta voz que nos conduz, apenas uma vítima tomada por devaneios sombrios ou um rebelde desumano? Justo Navarro oferece um magistral exercício de precisão construtiva em um clima de inquietante perversidade. Sombrio e fascinante, IRMÃ MORTE é um romance intenso de um narrador de extrema originalidade.

Momento muito emotivo em 'Casa Feliz', da SIC. Irmã Lúcia, uma das videntes de Fátima, morreu este domingo com 98 anos. Dos três pastorinhos que dizem ter visto a Virgem Maria, Lúcia era a única que ainda se encontrava viva. Juliene, irmã de Juliette do "BBB 21" morreu aos 17 anos de um AVC Foto: reprodução/ instagram.

O jornalista da SIC diz que, nesse dia, perdeu "o sol". "A minha irmã morreu de parto… mas a minha sobrinha sobreviveu e hoje é uma mulher absolutamente emancipada, que neste momento está fora do país", contou Rui Santos a Daniel Oliveira, numa entrevista emitida no ... Mas toda forma de vida tem, natural e inevitavelmente, as etapas do nascer, desenvolver e morrer.

LIVROS RELACIONADOS