A Perspectiva do Quase

A Perspectiva do Quase - Gustavo,Zeh | Tagrny.org PDF, TXT, FB2. ePUB. MOBI. O livro foi escrito em 2021. Procure um livro em tagrny.org.

EM FORMAÇÃO

AUTOR
Gustavo,Zeh
DIMENSÃO
11,30 MB
NOME DO ARQUIVO
A Perspectiva do Quase.pdf
ISBN
6782662652120

DESCRIÇÃO

A Perspectiva do Quase (selo Arte Paubrasil) busca a afirmação de um lírico e de um lúdico que se encontram negados em uma concepção de sociedade que pressiona o indivíduo para a utilização total de seu tempo em tarefas produtivas e programadas objetivamente. Neste modelo, até o ócio, o riso, a dança estão sob controle do mercado, e a linguagem do espetáculo se impõe, hegemônica e (aparentemente) inconteste. A poesia, no entanto, se situa à margem: não está incorporada, ou seja, não consegue tomar parte no corpo desta “realidade”. O que parece nocivo traz no bojo uma solução, ou pelo menos uma possibilidade de rota: descomprometida perante aquilo que não a absorve, à poesia resta estabelecer-se como oposição à linguagem dominante.A poesia de Zeh Gustavo assume esta tarefa para si, apostando na categoria de “nada” como contraponto essencial ao “tudo” que o sistemão oferece, em suas prateleiras saturadas, para o consumo frenético, e vislumbrando na busca de um “ponto zero”, um “antes” inaugural, um “quase” perdido o elo para reencontrar um eu anulado pelo cotidiano e por relações humanas e sociais cada vez mais autômatas. A eleição deste mito poético primordial como prioridade transforma a poesia de Zeh Gustavo em um jogo de construção e desconstrução de palavras, sintaxes e temas. O eu poético zehgustaviano já nasce, portanto, proposto ao desacomodar das coisas.A originalidade d’A perspectiva do quase reside na consistência de geração de um novo mito poético, segundo o qual um eu protagonista de sua subjetividade – para lembrar as palavras de Mário Chamie no livro anterior de Zeh Gustavo, Idade do Zero – elabora uma autêntica elegia do não-acabado, do objeto e do ente em permanente construção imperfeita. Olhar para o “quase” pode constituir-se ainda como um desviar-se da submissão ao fetiche do produto e da mercadoria. É, em suma, voltar o olhar para algum ontológico fundador, primordial, anterior, ao passo que a publicidade alerta o tempo inteiro para um superficial de butique, de araque, de massa. O lirismo perspectivo do livro apresenta-se, pois, como um foco de resistência ante uma cultura urbana massificada e uma linguagem de mercado que diluem o eu e que partem da premissa da quantificação de tudo com vistas à formatação contínua de um ávido e onipresente supermercado global.Autor________________________________________________________________________Zeh Gustavo  Dados do produto________________________________________________________________________Número de páginas: 80ISBN: 9788599629079Formato: 14 X 21 cm, brochuraPeso: 130gEdição: 1ª

Apesar de vislumbres de esperança por entre o pessimismo, pelo ... O que parecia ruim ficou ainda pior contra o Cruzeiro, na Copa do Brasil. O time perdeu por 1 a 0 na Vila e perdia por 1 a 0 no Mineirão, sem perspectiva de reação. Perspectiva de inflação do Brasil em 2021 atinge o ponto mais alto em quase um ano, mostra pesquisa A projeção média para o IPCA de preços ao consumidor no final do ano subiu de 3,50% para 3 ... Bolsa sobe quase 10% com perspectiva de acordo para pacote de socorro de US$ 2 tri nos EUA Nos EUA, Dow Jones teve a maior alta em quase 90 anos.

Economize comprando em lojas confiáveis! De Quase Nada a Quase Rei, a biografia do Marquês de Pombal, da autoria de Pedro Sena Lino, professor universitário, poeta e ficcionista Pedro Sena-Lino. é uma das mais completa e rigorosa abordagem à vida e obra de uma das figuras mais carismáticas e controversas da História de Portugal. Compre A Perspectiva do Quase com os menores preços do mercado no JáCotei.

LIVROS RELACIONADOS