Memórias Do Cárcere

Memórias Do Cárcere Temos o prazer de apresentar o livro. . Baixe o livro. em PDF, TXT, FB2 ou qualquer outro formato possível em tagrny.org.

EM FORMAÇÃO

AUTOR
DIMENSÃO
8,80 MB
NOME DO ARQUIVO
Memórias Do Cárcere.pdf
ISBN
9219488623510

DESCRIÇÃO

Faltava escrever apenas um capítulo de suas memórias quando Graciliano Ramos faleceu, em 1953. Apesar de inacabado, o livro foi publicado de forma póstuma, originalmente em quatro volumes, com uma ?Explicação final? de Ricardo Ramos fazendo as vezes de conclusão, e logo tornou-se o maior sucesso do autor ? já renomado, mas pouco lido pelo público em geral. Graciliano Ramos foi preso em Maceió, em março de 1936, e ficou detido, sem acusação formal, passando por prisões em Recife e no Rio de Janeiro, até ser libertado em janeiro de 1937, um dos mais ilustres prisioneiros vitimados pela repressão do governo Vargas. Testemunho político de alto nível literário, as Memórias do cárcere reafirmam a qualidade excepcional da escrita de um dos maiores escritores brasileiros.

A convivência com vários presos políticos e também com muitos presos comuns, a perseguição, a violência, a tortura. A desumanidade, a humanidade. Memórias do Cárcere avaliado por quem mais entende de cinema, o público.

Graciliano havia sido preso em 1936 por conta de seu envolvimento político com a chamada Intentona Comunista, de 1935. A acusação formal nunca chegou a ser feita e Graciliano foi preso sem provas e sem processo. Em Memórias do Cárcere, Camilo traça um retrato duro mas emocionante das inauditas condições de vida na histórica Cadeia da Relação do Porto bem como da pesada justiça oitocentista, tendo como fio condutor a experiência vivida na primeira pessoa e outros testemunhos de vida, cuja singularidade Camilo quis deixar para memória futura. Memórias do Cárcere Livro.

LIVROS RELACIONADOS