Cantos de Outono - O Romance da Vida de Lautréamont

Cantos de Outono - O Romance da Vida de Lautréamont - Câmara,Ruy | Tagrny.org Leia o livro. direto no seu navegador. Baixe o livro. da existência em formato PDF, TXT, FB2 no smartphone. E muito mais em tagrny.org.

EM FORMAÇÃO

AUTOR
Câmara,Ruy
DIMENSÃO
5,78 MB
NOME DO ARQUIVO
Cantos de Outono - O Romance da Vida de Lautréamont.pdf
ISBN
2746505193213

DESCRIÇÃO

CANTOS DE OUTONO acompanha a saga do escritor Isidore Ducasse desde os dois anos, quando testemunha o suicídio de Célestine, sua mãe, ocorrido na noite natalina de 1846. Aos 13 anos, devido às epidemias e às revoluções que se multiplicavam pelo velho continente, o menino é empurrado num navio pelo cônsul François Ducasse, seu pai, rumo ao sul da França. Lá, Isidore sofre terríveis crises de angústias e os rigores dos pedófilos nas prisões escolares de Tarbes e Pau. Aos 18 anos, tendo em mãos um bacharelado e alguns Cantos inacabados, adota para si o pseudônimo Lautréamont e vai aventurar-se no mundo das letras em Paris e Bruxelas. Rejeitado pelos editores, o jovem poeta, precursor do surrealismo e discípulo de Baudelaire, abandona os estudos formais e passa a viver às margens das regras sociais, às expensas do pai. Quando tudo vai bem na vida desse dândi precoce, contemporâneo de Verlaine e Marllamé, eis que seu pai o abandona. Em 1870, estoura a guerra franco-prussiana e o império de Luis Napoleão tomba aos pés de Bismarck, o General de Ferro da Prússia, hoje Berlim. A decadência leva seu tutor, o banqueiro Jean Darasse, à bancarrota, que arrasta as finanças do cônsul François Ducasse, deixando-o praticamente falido. Aos 24 anos, sem ter como se sustentar no pardieiro da rua du Faubourg-Montmartre e profundamente deprimido com a carnificina que avoluma os cadáveres nas ruas de Paris, o jovem poeta ingere um coquetel mortífero e entoa seu Canto derradeiro.

R$ R$ até R$ Nenhuma oferta encontrada ISBN-13: 9788501064882 ... Resenhas - Cantos de Outono.

Rio de Janeiro: Editora Record, 2003. - A partir da década de 1930, diversas correntes estavam em franca disputa na formação da arquitetura brasileira.

LIVROS RELACIONADOS