Memórias De Um Sargento De Milícias

Memórias De Um Sargento De Milícias - Almeida,Manuel Antônio De | Tagrny.org Leia o livro. direto no seu navegador. Baixe o livro. da existência em formato PDF, TXT, FB2 no smartphone. E muito mais em tagrny.org.

EM FORMAÇÃO

AUTOR
Almeida,Manuel Antônio De
DIMENSÃO
5,30 MB
NOME DO ARQUIVO
Memórias De Um Sargento De Milícias.pdf
ISBN
5502236092224

DESCRIÇÃO

Em Memórias de um sargento de milícias, figura como protagonista não o típico herói romântico, mas, como bem indicou Antonio Candido, em seu livro Dialética da malandragem, “o primeiro grande malandro da novelística brasileira”. O romance de Manuel Antônio de Almeida narra as peripécias de Leonardo, filho de Leonardo-Pataca e Maria-da-Hortaliça, e por meio delas retrata com cinismo e comicidade a sociedade carioca da primeira metade do século XIX.

Trata-se de um enredo ainda romântico, mas com certo caráter picaresco de tendência realista, herança espanhola que traz à tona uma visão divertida de determinada época, numa clara crítica à sociedade e aos costumes então em voga. Memórias de um Sargento de Milícias é uma obra do escritor brasileiro Manuel Antônio de Almeida. Dividida em 2 tomos e 48 capítulos titulados, ela foi publicada em 1854 durante o Romantismo no Brasil.

Mas o romance de Manuel Antônio de Almeida é isento de idealização, tintas heróicas e peripécias inverossímeis tão ao gosto do Romantismo brasileiro. ROTEIRO DE LEITURA: MEMÓRIAS DE UM SARGENTO DE MILÍCIAS 1.Obra: O livro "Memórias de um Sargento de Milícias" conta a história de Leonardinho, um garoto filho de imigrantes portugueses,que logo em seus primeiros anos de vida abandonam o garoto com seu padrinho.O garoto cresce fazendo sacanagens com os outros, levando uma vida mole e vadiando.Já adulto é preso varias vezes por ... Encontre uma resposta para sua pergunta em memórias de um sargento de milícias,a linguagem se caracteriza por um estilo espontâneo,associado a registro informai… Durante 1852 e 1853 publicou anonimamente (assinava como "um Brasileiro") os folhetins que dariam origem ao livro Memórias de um Sargento de Milícias (1854-55). Na terceira edição, que saiu postumamente em 1863, o nome verdadeiro do autor passou a constar na obra. Leonardo resolve tudo na malandragem.

LIVROS RELACIONADOS