Manon Lescaut

Manon Lescaut - Prevost,Abade | Tagrny.org Temos o prazer de apresentar o livro. . Baixe o livro. em PDF, TXT, FB2 ou qualquer outro formato possível em tagrny.org.

EM FORMAÇÃO

AUTOR
Prevost,Abade
DIMENSÃO
3,71 MB
NOME DO ARQUIVO
Manon Lescaut.pdf
ISBN
5034309620020

DESCRIÇÃO

Antoine-François Prévost (1697-1763), escritor francês, teve uma vida bem conturbada. Hesitando entre a carreira militar (lutou na guerra da sucessão espanhola e na franco-espanhola) e a vida religiosa, terminou por decidir-se por esta última, passando pela Ordem dos Jesuítas e pela Ordem dos Beneditinos, na qual fez os votos em 1721. Por causa de um desentendimento com abades desta última Ordem, que lhe rendeu uma ordem real de prisão, Prévost fugiu para a Holanda, Inglaterra e depois voltou a morar, clandestinamente, na França. Posteriormente, em 1736, foi perdoado pelos beneditinos e o papa.Foi na Holanda que, pela primeira vez, o romance A história do Cavaleiro des Grieux et de Manon Lescaut foi publicado (1730). A obra foi considerada escandalosa, e condenada pela Igreja. Em 1753, sai uma nova edição, revisada e acrescida de um episódio. A bela e imorredoura história de amor do Cavaleiro des Grieux e de Manon Lescaut deu origem à célebre ópera de Giacomo Puccini, bem como, adentrando o século XX e o XXI, a vários filmes e séries para a televisão.

Considerado escandaloso na época, o romance foi imediatamente banido. A obra conta a história de Chevalier des Grieux e sua amante, a cortesã ... LESCAUT exorta os amantes a fugirem, mas MANON não se conforma em deixar para trás as jóias ganhas de GERONTE, insistindo em levá-las consigo, e DES GRIEUX volta a censurai-la pelo seu ... Manon Lescaut is a deceptive novel in multiple ways.

Continua viva, atual, capaz de suscitar em nós emoções profundas e autênticas, resgatando a parte humana que uma sociedade consumista e utilitarista procura abafar dentro de cada um de nós. Manon Lescaut, publicado pela primeira vez em Paris em 1731 por Abade Prevost. A obra foi imediatamente banida por ser considerada escandalosa e imoral para os costumes da época.

LIVROS RELACIONADOS