Por Que Crianças Matam - A História De Mary Bell

Por Que Crianças Matam - A História De Mary Bell - Sereny,Gitta | Tagrny.org Temos o prazer de apresentar o livro. . Baixe o livro. em PDF, TXT, FB2 ou qualquer outro formato possível em tagrny.org.

EM FORMAÇÃO

AUTOR
Sereny,Gitta
DIMENSÃO
5,13 MB
NOME DO ARQUIVO
Por Que Crianças Matam - A História De Mary Bell.pdf
ISBN
2333366431465

DESCRIÇÃO

Em 1968, Mary Bell, de 11 anos, foi julgada e condenada pelo assassinato de dois garotinhos em Newcastle upon Tyne, Inglaterra. Antes mesmo de ir ao tribunal, Mary Bell foi apresentada como a encarnação do mal, a “semente ruim”. Mas a jornalista Gitta Sereny, que cobriu o julgamento sensacionalista, nunca aceitou essa explicação. Ao longo dos anos, Sereny se deu conta de que, se quisermos entender as pressões que levam crianças a cometer crimes hediondos, precisamos voltar nosso olhar para os adultos que elas se tornaram. Passados 27 anos de sua condenação, Mary Bell concordou em falar com Sereny sobre a sua infância angustiante, os dois terríveis atos cometidos no intervalo de nove semanas, o seu julgamento público e os doze anos de detenção. Em Por que crianças matam, Bell e Sereny discutem o que ela fez e o que foi feito a ela, bem como a criança que era e a pessoa que se tornou. Nada do que Mary Bell disse nos cinco meses de conversas intensas serve como desculpa para seus crimes: ela mesma rejeita qualquer atenuação nesse sentido. Mas sua história devastadora nos força a pensar na responsabilidade da sociedade sobre crianças que são levadas ao limite.

Bell tinha dez anos de idade quando ocorreu o primeiro assassinato e onze quando ocorreu o segundo. 7 casos de jovens assassinos que marcaram a história Por Por Raquel Sodré - Atualizado em 16 jul 2018, 18h12 - Publicado em 21 jan 2015, 17h51 Além de revelar a tragédia que envolveu Mary Bell e as duas crianças, a autora busca, através da reflexão sobre a experiência de Mary quando criança (vítima de abuso sexual promovido pela própria mãe), analisar o sistema judicial em sua relação com crianças. 2- "Por que crianças matam" - Gitta Sereny - (Editora Vestígio/Divulgação) Aos 11 anos, Mary Bell foi condenada pelo assassinato de duas crianças na Inglaterra. Confira, abaixo, 5 dessas histórias que vão te causar arrepios e te fazer duvidar da inocência das crianças, que muitas vezes podem ser tão maldosas quanto os adultos: 1. Mary Bell "O assassinato não é tão ruim; todos nós morreremos um dia de qualquer maneira", essa foi uma declaração da menina, sobre o crime que ela havia cometido. A história da vida de Mary Ellen foi o primeiro caso documentado de abuso infantil nos EUA, que provocou mudanças importantes no sistema de leis do país.

Mary Bell, la NIÑA de 11 años con rasgos Psic0p4tas y AS3SIN4 en SERIE - Duration: ... Em Por que crianças matam, Bell e Sereny discutem o que ela fez e o que foi feito a ela, bem como a criança que era e a pessoa que se tornou.Nada do que Mary Bell disse nos cinco meses de conversas intensas serve como desculpa para seus crimes: ela mesma rejeita qualquer atenuação nesse sentido. Mary Bell tinha apenas 10 anos - na verdade, um dia antes de completar 11 anos de idade - quando ela matou pela primeira vez. Voltou a assassinar com 11 anos.

LIVROS RELACIONADOS