Estrela da Tarde

Estrela da Tarde - Bandeira,Manuel | Tagrny.org Leia o livro. direto no seu navegador. Baixe o livro. da existência em formato PDF, TXT, FB2 no smartphone. E muito mais em tagrny.org.

EM FORMAÇÃO

AUTOR
Bandeira,Manuel
DIMENSÃO
8,49 MB
NOME DO ARQUIVO
Estrela da Tarde.pdf
ISBN
9531754377621

DESCRIÇÃO

Neste livro, vemos Bandeira em pleno exercício de seu inigualável dom de revelar elementos invisíveis dos recantos mais prosaicos da condição humana, por meio de sua marcante linguagem coloquial. Os amores desejados, as relações familiares em suas complexidades em suas complexidades, os receios diante da morte e outros dilemas universais povoam estes poemas. As cidades que moraram no coração do poeta são pintadas com toda a simplicidade lírica que baliza suas composições. As amizades com Mário de Andrade, Luís Jardim E Jaime Ovalle aparecem em versos primorosos. Figuram também suas imbatíveis ousadias literárias, como a reinvenção estilística que ele protagoniza ao retomar o soneto tradicional e a utilização de recursos gráficos, fruto de seu permanente diálogo com a poesia de todos os tempos.

Mas como já é sabido há muito, Vénus não é estrela nenhuma, por mais se pareça, assim, a olho nu. E na tarde ficámos, unidos, ardendo na luz que morria Em nós dois nessa tarde em que tanto tardaste o sol amanhecia Era tarde de mais para haver outra noite, para haver outro dia. Meu amor, meu amor Minha estrela da tarde Que o luar te amanheça E o meu corpo te guarde. Abaixo, você encontrará a resposta correta para a pista de palavras cruzadas A estrela da tarde, se precisar de mais ajuda para terminar suas palavras cruzadas, continue sua navegação e experimente a nossa função de pesquisa. Estrela da Tarde Carlos do Carmo Era a tarde mais longa de todas as tardes Que me acontecia Eu esperava por ti, tu não vinhas Tardavas e eu entardecia Era tarde, tão tarde, que a boca, Tardando-lhe o beijo, mordia Quando à boca da noite surgiste Na tarde tal rosa tardia Quando nós nos olhamos tardamos no beijo Que a boca pedia E na tarde ficamos unidos ardendo na luz Que morria Em nós ... Carlos do Carmo - Estrela da tarde cifra.

Foram noites e noites que numa só noite nos aconteceram Era o dia da noite de todas as noites que nos precederam Era a noite mais clara daqueles que à noite se deram E entre os braços da noite, de tanto se amarem, vivendo morreram. Meu amor, meu amor Minha estrela da tarde Estrela da Tarde Fernando Tordo.

LIVROS RELACIONADOS