Negociacoes Perigosas

Negociacoes Perigosas Leia o livro. direto no seu navegador. Baixe o livro. da existência em formato PDF, TXT, FB2 no smartphone. E muito mais em tagrny.org.

EM FORMAÇÃO

AUTOR
DIMENSÃO
12,45 MB
NOME DO ARQUIVO
Negociacoes Perigosas.pdf
ISBN
2173545000181

DESCRIÇÃO

... DISPONIBILIDADE DE ESTOQUE. Para produtos de Outlet o estoque é limitado e por esse motivo as oportunidades de compra são únicas. Descubra agora Negociações Perigosas - Michael Ridpath, Livros, à venda - Alcabideche, Cascais, 27819898 no CustoJusto.pt O Sindicato nacional dos Motoristas de Matérias Perigosas (SNMMP) vai começar as negociações com a ANTRAM na segunda-feira, tal como foi acordado depois da greve que afetou a distribuição de combustíveis em todo o país.

Relacionadas. Negociações entre sindicatos e motoristas de matérias perigosas decorrem com "aproximações e distâncias" Está marcada para esta quarta-feira uma reunião para planificar os serviços mínimos da greve de 12 de agosto. Após horas de discussão, os motoristas de matérias perigosas e os motoristas de mercadorias prometem que, caso as reivindicações não sejam atendidas na próxima reunião de dia 15, irão avançar com um pré-aviso de greve para 12 de agosto sem prazo para terminar. O Sindicato Nacional de Motoristas de Matérias Perigosas foi criado no final de 2018 e tornou-se conhecido com a greve iniciada no dia 15, que levou o Governo a decretar uma requisição civil e, posteriormente, a convidar as partes a sentarem-se à mesa de negociações. Guilherme Dray, que foi chefe de gabinete de José Sócrates, já tinha sido contratado para dar apoio às negociações entre os motoristas de mercadorias perigosas e as empresas de transportes ... O Sindicato Nacional dos Motoristas de Matérias Perigosas (SNMMP), reuniu com os seus associados, ontem à tarde, em Aveiras de Cima. Estiveram presentes mais de 250 motoristas, provenientes de todas as regiões do país para preparar as negociações que se iniciam amanhã, pelas 15 horas, no Ministério das Infraestruturas e Habitação. O sindicato vai pedir salários de 1.200 euros para os profissionais do setor, um subsídio de 240 euros e a redução da idade de reforma.

LIVROS RELACIONADOS