A Formação do Professor Como um Profissional Crítica - Linguagem e Reflexão

A Formação do Professor Como um Profissional Crítica - Linguagem e Reflexão - Magalhães,Maria Cecília | Tagrny.org Leia o livro. direto no seu navegador. Baixe o livro. da existência em formato PDF, TXT, FB2 no smartphone. E muito mais em tagrny.org.

EM FORMAÇÃO

AUTOR
Magalhães,Maria Cecília
DIMENSÃO
12,27 MB
NOME DO ARQUIVO
A Formação do Professor Como um Profissional Crítica - Linguagem e Reflexão.pdf
ISBN
4327400147484

DESCRIÇÃO

A necessidade da introdução de mudanças na teoria educacional que embasa as discussões sobre questões didático-pedagógicas e sua relação com aspectos éticos e de constituição de cidadania nos cursos de licenciatura e/ ou de formação contínua vem sendo continuamente discutida. Este livro aborda a formação crítico-reflexivo de educadores com base na pesquisa sócio-histórica-cultural e aponta a centralidade da linguagem na análise das situações escolares para a desconstrução dos significados rotinizados. Os textos discutem o uso da linguagem na avaliação das ações pedagógicas bem como de seus significados sociais, políticos e culturais. O grande diferencial deste livro é, justamente, essa inovadora abordagem de questões usuais da formação do educador pela perspectiva da linguagem.

Para tanto, a definição de reflexão crítica na formação docente será elaborada por meio da contribuição de vários pesquisadores, dentre eles, Dewey (2002), Moon (2001), Schön (1995, 2002), Liberali, (2004), Freire (1987), Kemmis (1987), Magalhães e ... exercer um determinado papel como profissional, prepara‐o para uma nova inserção social, um novo contexto de relações, que lhe exigirá novas adesões, ações, opções e reflexões. Destacamos, também, que a formação teórica do professor, ofertada por espaços Na parte seguinte, versamos sobre a escola e seu papel na formação de leitores, bem como sobre o espaço ocupado pela leitura na escola.

"A prática reflexiva tem sido amplamente divulgada no campo das discussões sobre formação de professores, e incorporada a textos e documentos de forma quase integral e totalizadora" (CAMPOS, DINIZ, 2004, p.2). a linguagem como uma ferramenta para a formação de profissionais (formadores e professores) críticos e reflexivos sobre as ações da sala de aula e sobre os interesses voltados para a manutenção ou transformação de desigualdades, diferenças e preconceitos. A coerência dos procedimentos de formação e aper-feiçoamento de professores (inclusive os da pesquisa--ação) apoia-se na natureza reflexiva da ação humana6. (p.

LIVROS RELACIONADOS